Guerra na Rússia – Ucrânia: qual a visão espírita das guerras? - Rádio Boa Nova

Guerra na Rússia – Ucrânia: qual a visão espírita das guerras?

No dia 24 de fevereiro de 2022, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, ordenou a invasão russa na Ucrânia dando início à crise militar mais grave na Europa desde a Segunda Guerra Mundial.

Desde então, o mundo assiste a ataques de mísseis, tanques cercando cidades, explosões, destruições de espaços públicos e privados. Ainda, não há respostas para quando esta guerra vai acabar, tudo depende das negociações entre Rússia e Ucrânia, uma reunião já aconteceu, porém, nenhum acordo foi feito. Já na segunda reunião, ficou decido a criação de um corredor humanitário para a retira dos cidadãos.

Afinal, qual o motivo da invasão russa?

Um dos principais motivos desta invasão são os temores da Rússia com o avanço da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) no leste da Europa.

Desde 1991, com o fim da União Soviética (URSS), a aliança militar liderada por Estados Unidos e Europa incorporou 13 países da região ao seus membros, e entre eles estão as ex-repúblicas soviéticas Estônia, Lituânia e Letônia.

Atualmente, a Ucrânia é um “país-associado” à Otan, e isso significa que o país pode se unir à organização no futuro.

Para o governo russo, essa união é uma tentativa dos americanos e das potências europeias cercaram o seu território, o que é considerado pela Rússia uma ameaça. A partir disso, Putin exigiu ao longo dos anos que a Otan cesse as atividades militares no leste da Europa e forneça garantias que a Ucrânia não será aceita na organização.

Qual a visão espírita das guerras?

Na questão 742, Lei de Destruição, de O Livro dos Espíritos, Allan Kardec perguntou aos espíritos sobre o que leva os homens às guerras.

Predominância da natureza animal sobre a natureza espiritual e transbordamento das paixões.

Para completar, nas questões seguintes os espíritos falaram que as guerras irão desaparecer quando os homens compreenderem a justiça e praticarem a Lei de Deus.

Entretanto, na questão de 543, Kardec buscou saber se os espíritos podem influenciar na concepção de planos.

Podem alguns Espíritos influenciar o general na concepção de seus planos de campanha? 

Resp: Sem dúvida alguma. Podem influenciá-lo nesse sentido, como com relação a todas as concepções.

As influências espirituais podem ser tanto positivas, com bons espíritas, como negativas, com espíritos menos desenvolvimento moralmente.

Para finalizar, neste momento temos que dedicar nossas orações e preces a todos que estão envolvidos diretamente e indiretamente nesta guerra.

Quer saber mais sobre a Guerra Rússia – Ucrânia? Confira uma reflexão com Alexandre Caldini:

 

Unidades Feal

FUNDAÇÃO ESPÍRITA ANDRÉ LUIZ |||

Feal

Você gostou deste conteúdo?

Há décadas a FEAL - Fundação Espírita André Luiz assumiu o compromisso de divulgar conteúdos edificantes voltados ao bem estar dos seres humanos gratuitamente e, com a sua ajuda, sempre será.

Podemos contar com você?

leave a reply

WhatsApp chat