Homenagem para as Mulheres

Mulher tocando em floresEm 1975, a ONU oficializou o 8 de março como o Dia Internacional da Mulher. A fixação da data é o reconhecimento e coroamento de um longo processo de lutas, organização e conscientização das mulheres, mas também de toda a da sociedade na maior parte do mundo.

Mulheres que são especiais parecem princesas ou mesmo rainhas, pois encantam, fascinam e mostram ter poderes de tal modo expressivos.

Mulheres que se tornam médicas ou enfermeiras, diante das necessidades dos seus filhos.

No último sábado (7) o programa “Música e Sensibilidade” reverenciou as mulheres, dando voz àquelas que cantaram, falando do mundo e das suas verdades. São elas: Ivete Sangalo, Marisa Monte,  Laura Lavieri, Luiza Possi, Fernanda Takai , Paula Toller, entre outras.

Sobre as mulheres, na questão 821 de “O Livro dos Espíritos”, Kardec perguntou:

“As funções a que a mulher é destinada pela Natureza terão importância tão grande quanto as deferidas ao homem?”

Eis a resposta:

“Sim, maior até. É ela quem lhe dá as primeiras noções de vida.”

Assim percebemos que a missão feminina é espinhosa. Mas, só a mulher tem bastante poder para transformar os espinhos em flores. A mulher  É o anjo da esperança, ternura e amor.

 

“Quem sabe pode muito, quem ama pode mais”.

Tomamos emprestada esta frase de Chico Xavier, e também título do livro de José Mário (Ditado por) Wanderley Soares de Oliveira (Médium) para falar um pouco mais sobre as Mulheres, pois nesse momento em que vive a humanidade, precisamos todos de grandes mulheres.

Mulheres que sabem usar suas nobres conquistas do sentimento para elevar o padrão de nosso comportamento.

Para finalizar essa homenagem, vale a pena destacar, o que afirmou Léon Denis “A mulher respeitada, honrada, de entendimento esclarecido, é que faz a família forte e a sociedade grande, moral, unida!”.

 

Foto ilustrativa: clubeforoni.com.br

leave a reply

WhatsApp chat