Inveja na visão espírita – Programa Jesus e o Logos

qual a visão espírita da invejaO que podemos entender por inveja na visão espírita?  Primeiramente, vamos relembrar que a inveja é um dos grandes males da sociedade. Para a psicologia, ela é considerada um “câncer” da humanidade porque ela, além dela impedir o desenvolvimento de sentimentos, ela desestrutura os campos emocionais e físicos.

Muitas pessoas desejam melhorar e acabam se espelhando em alguém, porém, está admiração pode se tornar inveja. Por exemplo, você admira um colega de trabalho, e este ganha uma promoção, com isso, ao invés de você ficar feliz, você acaba tendo inveja porque desejava ter o mesmo carga.

E ainda, aquele que é invejoso passa energia negativa para o invejado e para as pessoas que os cercam. Ele também é inseguro, desconfiado, supersensível.

Inveja na visão espírita

Allan Kardec, na Revista Espírita de 1858, nos apresentou um comentários do espírito São Luiz que falou sobre a inveja a partir de um questionamento. Confira:

“(…) seu Espírito está inquieto, sua felicidade terrestre está no auge; ele inveja o ouro, o luxo, a felicidade aparente ou fictícia de seu semelhante; seu coração está destroçado, sua alma surdamente consumida por essa luta incessante do orgulho, da vaidade não satisfeita; ele carrega consigo, em todos os instantes de sua miserável existência, uma serpente que ele reaquece, que lhe sugere, sem cessar, os mais fatais pensamentos: ‘Terei essa volúpia, essa felicidade?’ (…) E se debate sob sua impotência, vítima dos horríveis suplícios da inveja. (…)”

E conclui: “(…) Fazei vossa felicidade e vosso verdadeiro tesouro sobre a Terra as obras de caridade e de submissão, as únicas que devem contribuir para serdes admitidos no seio de Deus; essas obras do bem farão vossa alegria e vossa felicidade eternas; a inveja é uma das mais feias e das mais tristes misérias do vosso globo; a caridade e a constante emissão da fé farão desaparecer todos esses males (…)”

Infelizmente, a inveja é uma dura realidade. Por isso, devemos lembrar sempre que ao vibrar positivamente a felicidade será certeira.

Leia mais: Como conquistar a felicidade?

E ainda, as encarnações são oportunidades de aperfeiçoamento, quando passamos por provas e expiações, vamos adquirindo conhecimento e nos tornando pessoas melhores.

Por isso, não devemos nos colocar em posição de vítima, mas sim, irmos atrás de nosso melhoramento, de nossos objetivos.

Para finalizar, não se sinta impotente ou fale mal dos outros. O melhor caminho para nos livrarmos da inveja é o AMOR. Passe a valorizar as coisas boas da vida, não perca tempo falando dos outros.

Saiba mais sobre a inveja na visão espírita no programa Jesus e o Logos, da TV Mundo Maior e da Rádio Boa Nova.

 

 

Por Juliana Chagas 

Jornalista e produtora da Rádio Boa Nova

leave a reply

WhatsApp chat