Lúcifer Segundo o Espiritismo

Lúcifer Segundo o Espiritismo Lúcifer, do Hebraico Heylel, significa “a estrela da manhã”  ou “aquele que traz luz”. Em sua tradição judaico cristã, Lúcifer teria sido um dos Anjos criados por Deus puro, belo e perfeito. Porém, tais atributos o fizeram se sentir superior aos demais além de não aceitar os humanos como filhos de Deus. Este seria o principal motivo de sua “queda” na qual assumiu a figura de Satanás ou Diabo.

A Doutrina Espírita nos esclarece que todos os seres foram criados em sua simplicidade e ignorância. Os seres, portanto, evoluem ao longo de sua existência desde o instinto primitivo ao inicio do princípio inteligente independente, ou seja, a consciência e o livre-arbítrio.  

De acordo com a Escala Evolutiva e a Lei do Progresso  a hipótese de criação de um ser perfeito é inviável. Apenas por meio de nosso próprio empenho que é possível elevar o grau de evolução, desde a imperfeição até a pureza.

O Diabo não é nenhum ser fora da natureza humana. Pelo contrário, é uma criação alegórica feita pela humanidade a qual representa a inclinação ao mal que há dentro de nosso íntimo primitivo. A “queda” de Lúcifer nos lembrar diariamente de nossa propensão natural as nossas paixões, vícios e instintos excessivos.

De certo, porém, que há espíritos imperfeitos que tentam corromper os encarnados, ou por vingança ou pelo prazer. A Lei do Progresso possibilita, em menor ou maior tempo, evoluir sem nunca regredir. O progresso desses espíritos pode estagnar por causa de seus próprios erros, mas nunca “cair”.

É um caminho natural dos Espíritos aprender pouco a pouco e elevar se moralmente com o exercício das encarnações. As dezenas de existências físicas nos proporciona o exercício de nossas faculdades intelectuais e apuração moral de nosso espírito.

Viva, portanto, com muita Fé na bondade de Deus e tenha a certeza que os Espíritos Protetores estão sempre contigo. E é claro, a partir dessa leitura ressinifique o nome Lúcifer e lembre-se que dentro de qualquer ser é possível encontrar a Luz e a presença de Deus.

 

Para saber mais sobre Lúcifer, assista:

O que são os “demônios” falados na Bíblia? – Presença Espírita na Bíblia

 

 

 

 

Fontes: O Céu e o Inferno – Capítulo IX “Os Demônios”

 

Escrito por: Ricardo Guelfi de Souza

Estudante de Jornalismo na Universidade Anhembi Morumbi. Estagiário de Marketing na TV Mundo Maior.

 

deixe um comentário

WhatsApp chat