Malala – Antônio Carlos Tarquínio

A luz vence as trevas em silêncio e sem qualquer violência.

Um ressentimento tão forte assim transvestido em violência absurda contra uma menina, só pode indicar repulsa, pavor, falta de autoconfiança, descrença nas próprias capacidades.

Por aquelas bandas há um medo, um temor abismal, oceânico em relação às mulheres. Logo se vê que são incapazes de amá-las, de entendê-las, de deixá-las viver em paz.

Então é o poder do lápis contra a ameaça das armas de fogo que Malala propõe.

E ainda há gente no Brasil que quer armar o povo!

Tudo bem. Armemos o povo com as armas da educação!

Acesso irrestrito prá todo mundo.

Salve Paulo Freire!

Salve Darcy!

Contra a desesperança que assola e abala os corações de muitos brasileiros – Malala – nos apresenta a solução – um lápis e um caderno nas mãos das crianças.

Aí reside o poder de transformação capaz de converter este mundo num mundo melhor.

Antônio Carlos Tarquínio

Apoie a RBN na divulgação da doutrina espírita. Acesse: feal.colabore.org/

leave a reply

WhatsApp chat