Mediunidade e Evangelização na Infância

 

Crianças brincando na árvore

A evangelização de crianças, jovens e adultos, ministradas nos centros espíritas retornam suas atividades no início do ano.

Estes cursos Doutrinários são de extrema importância para todos aqueles que desejam se aprofundar nos conhecimentos do Espiritismo, uma vez que hoje se destaca cada vez mais o Centro Espírita como Escola de Espiritismo.

São estes estudos que transformam pessoas, desde a infância, em espíritos mais felizes, realizados, conscientes das leis da vida e da sua real finalidade no Universo.

De acordo com a Diretora do Departamento de Educação Espírita da Infância, USE – São Paulo, Educadora do Centro Espírita Gabriel Ferreira e comunicadora do programa “Momento Espírita” da RBN, Martha Rios Guimarães (Marthinha): “Este trabalho é extremamente importante porque tem como objetivo passar a mensagem libertadora espírita para o Espírito que está reiniciando a sua caminhada de experiências na Terra.” “Dessa forma, a mensagem bem compreendida e aplicada, poderá fazer com que o ser cresça de forma mais equilibrada, contudo, é necessário um trabalho de qualidade: pautado na base doutrinária deixada por Allan Kardec (em sua totalidade e não apenas a parte moral), equipe preparada para levar a mensagem conforme capacidade de assimilação dos Educandos e apoio dos Dirigentes e dos pais dos Educandos” complementa Marthinha.

Conexão Maior

Quando falamos em aprender assuntos relacionados à espiritualidade, é inevitável pensarmos em mediunidade.

Este tema também está ganhando relevância com a exibição de exemplos de diversas mediunidades, inclusive a mediunidade infantil, na novela “Alto Astral” pela Rede Globo de Televisão.

Allan Kardec abordou o assunto na obra O Livro dos Médiuns: “Haverá inconveniente em desenvolver-se a mediunidade nas crianças? – Certamente e sustento mesmo que é muito perigoso, pois que esses organismos débeis e delicados sofreriam por essa forma grandes abalos, e as respectivas imaginações excessiva sobreexcitação. Assim, os pais prudentes devem afastá-las dessas ideias, ou, quando nada, não lhes falar do assunto, senão do ponto de vista das consequências morais” – capítulo VIII, Inconvenientes e perigos da mediunidade.

 

Ainda neste capítulo o codificador acrescenta se há algo desfavorável à mediunidade infantil quando manifestada naturalmente: “quando numa criança a faculdade se mostra espontânea, é que está na sua natureza e que a sua constituição se presta a isso. O mesmo não acontece, quando é provocada e sobreexcitada. Nota que a criança, que tem visões, geralmente não se impressiona com estas, que lhe parecem coisa naturalíssima, a que dá muito pouca atenção e quase sempre esquece. Mais tarde, o fato lhe volta à memória e ela o explica facilmente, se conhece o Espiritismo”.

Como não desistir no “meio do caminho”?

“É importante a atenção que deve ser dada a cada criança e jovem, conhecendo-os, entendendo-os e fazendo com o Espiritismo e Casa Espírita “entre” em suas vidas”, alerta Marthinha referente à diminuição de crianças e jovens na frequência das reuniões.

Vamos incentivar nossos amigos, familiares e a nós mesmos para realizar os estudos Doutrinários e as crianças a participarem da evangelização infantil, entendendo também todas as formas de mediunidade, e principalmente a prática dos seus ensinamentos no dia a dia.

Dica da Rádio Boa Nova

O programa “Quem Somos Nós” entrevistou as coordenadoras da evangelização infantil das Unidades do Centro Espírita Nosso Lar Casas André Luiz. Ouça!

Regina Hennies mostra a importância da evangelização infantil nesta palestra exibida pela TV Mundo Maior. Assista: Espiritismo no Lar – Evangelização Infantil.

 

Foto de chamada: 1.bp.blogspot.com

Foto ilustrativa: media.tumblr.com

leave a reply

WhatsApp chat