Mediunidade e Obsessão

más influências espirituais

A doutrina espírita tem por objeto essencial proporcionar elementos filosóficos, científicos e religiosos, visando à transformação moral dos indivíduos.

Como filosofia, tem por método a razão e como instrumento o conceito, buscando sempre maior precisão teórica.

Nesse contexto, apresenta definições relevantes para a vida humana como, por exemplo, a de obsessão.

Allan Kardec, em O livro dos Médiuns, conceitua obsessão como

“o domínio que alguns espíritos podem adquirir sobre certas pessoas,”

o que significa dizer que a obsessão é um fenômeno espiritual.

Tendo por característica, numa visualização unilateral da questão, o constrangimento da parte de um desencarnado em relação ao encarnado, objetivando desestruturar seu equilíbrio psicológico e físico.

O que caracteriza o processo obsessivo é a persistência do espírito em atrapalhar o médium, tanto em sua vida pessoal, quanto no exercício da faculdade mediúnica.

No entanto, não se pode inferir que, ao ser enganado por um espírito mentiroso, o médium está obsediado.

Kardec se expressa sobre a questão, dizendo:

“O melhor médium está sujeito a isso, sobretudo no início, quando ainda lhe falta a experiência necessária, como entre nós as pessoas mais honestas podem ser enganadas por trapaceiros.”

Importante reforçar, com Kardec, que “as imperfeições morais do obsedado são frequentemente um obstáculo a sua libertação.”

isso porque pode-se pensar que a obsessão acontece de forma fortuita, sem a participação do obsidiado.

Ao contrário, sendo imprescindível que o médium, ao reconhecer-se mal influenciado.

Busque na oração e no autoconhecimento encontrar as causas desse processo, elevando-se espiritualmente.

Porque não existem vítimas perante as leis de Deus.

Somos todos responsáveis pela nossas ações, positivas ou negativas, e sentiremos invariavelmente as consequências delas.

Porque o orgulho, entendido como uma ilusão acerca de nós mesmos, de nossa importância pessoal, nos impede de enxergar com fidelidade e equilíbrio a nossa intimidade.

É preciso ter coragem para buscar ajuda.

Porque a porta estreita oferece oferece dificuldades imensas para todos nós, espíritos ainda imperfeitos.

Mas não podemos desistir, porque todos nós temos capacidade para superar e os espíritos de luz estão sempre prontos para nós ajudar.

(Fonte: Revista Internacional de Espiritismo)

Para saber mais sobre o assunto, assista:

MEDIUNIDADE E OBSESSÃO – Livre Pensamento

Unidades Feal

FUNDAÇÃO ESPÍRITA ANDRÉ LUIZ |||

Feal

Você gostou deste conteúdo?

Há décadas a FEAL - Fundação Espírita André Luiz assumiu o compromisso de divulgar conteúdos edificantes voltados ao bem estar dos seres humanos gratuitamente e, com a sua ajuda, sempre será.

Podemos contar com você?

leave a reply

WhatsApp chat