O que é a chamada Experiência de Quase Morte?

Você já ouviu falar da chamada experiência de quase morte?

A experiência de quase morte, conhecida também como EQM, diz respeito a relatos de pessoas que dizem estarem fora do corpo, em lugares de paz, felicidade, ou até mesmo, de tristeza, de angústia.  

Já de acordo com André Marouço, no programa Boletim, quando estamos encarnados todas as noites temos uma experiência de quase morte. 

O corpo entra no estágio de sono e o espírito, dependendo da maturidade espiritual e psíquica, consegue se desprender da indumentária física e viver a espiritualidade.  

Ainda de acordo com o comunicador, a experiência de quase morte pode causar mudanças em nossas vidas. Já que ela pode nos dizer como estamos nesta encarnação. 

Para completar, um dos relatos mais conhecido a respeito da experiência de quase morte é do médium Divaldo Franco.

Confira o depoimento:

No ano de 1985 eu tive uma lipotímia. Estava a proferir uma conferência, na nossa associação, em Salvador (Brasil) quando um espírito disse-me, um espírito muito amigo, para sair dali porque ia desmaiar e era provável que morresse. Pareceu-me anedótico. Terminei a palestra e dirigi-me a uma das nossas salas, na nossa sede. No momento em que me acercava de um divã, tive uma estranha sensação de paragem cardíaca, a princípio a lipotímia e depois a paragem cardíaca, e, senti-me fora do corpo.

Então, um filho médico, a nossa enfermeira universitária e mais dois médicos que estavam presentes na reunião acorreram para me darem assistência. Curiosamente, eu senti um grande bem-estar. Vi-me fora do corpo e recordei-me de uma afirmação de Joanna de Ângelis (guia espiritual de Divaldo Franco) que me havia dito que no dia em que eu perdesse a consciência e a visse, havia acontecido o fenômeno biológico da morte. Eu olhei à minha volta e não a vi. Vi então a minha mãe, que se aproximou de mim. Perguntei-lhe: “Mãe, eu já morri?” e ela disse-me: ” Ainda não”. Dentro de alguns minutos eu comecei a preocupar-me, pois se passasse muito tempo poderia ter a morte cerebral e ficar apenas em vida vegetativa.

Mas, minha mãe, voltou e disse-me: “Seus amigos espirituais dão-te uma moratória, tu viverás um pouco mais.” E eu perguntei-lhe: “Quanto tempo”? Ela respondeu-me: ” Não sei”. Então, voltei ao corpo.

Experiência de quase morte e espiritismo

De acordo com Norberto Gaviolle no programa Mistérios, da TV Mundo Maior, o espiritismo vê a experiência de quase morte como um fator comum. O comunicador completou:

Quando nós estudamos o desligamento do corpo físico versus a morte há relatos de que o indivíduo pós morte, sente tudo o que acontece com ele, quando está ali no caixão, sente os vermes comendo, as bactérias. E ainda, há relatos de indivíduos que sentem aquele comichão após o desencarne.  

Para finalizar, a doutrina nos ensina que a morte é somente um acontecimento biológico. E ainda, um dos fatores da doutrina é a imortalidade de espírito e a passagem dele para o plano espiritual. 

Quer saber mais sobre a experiência de quase morte? Confira agora os programas Boletim e Mistérios:

Boletim

Mistérios

Parte 1

Parte 2

Parte 3

leave a reply

WhatsApp chat