QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

-->

“Estude a si mesmo, observando que o autoconhecimento traz humildade e sem humildade é impossível ser feliz.” André Luiz

Artigos

O que é Público é Sagrado!

Enviado em 10 de novembro de 2014 | No programa: | Escrito por José Augusto Pinheiro | Publicado por Rádio Boa Nova

No mês passado, nós vivemos intenso processo eleitoral no Brasil. No dia 05, em primeiro turno; o segundo, no dia 26. Mas, nemMapa do Brasil com bandeira sempre foi assim. Antes as eleições eram realizadas no dia 15 de Novembro, quando ainda não existiam escolhas diretas para os nossos representantes do Poder Executivo.

Assim nessa data, no ano de 1978, nós tivemos a eleição para senador da República e deputados estaduais e federais. O governador do Estado voltou a ser escolhido por voto direto em 1982; e o presidente, em 1989. A data de 15 de novembro, por óbvio, foi definida em razão da proclamação da República em 1889.

Voltando no tempo, foi naquela data de 15 de novembro de 1978 que eu estreei, ainda adolescente, na Rádio Boa Nova, na cobertura realizada nas eleições já mencionadas. A experiência foi fantástica, muito embora eu ainda não pudesse votar.

Alguns anos depois, já como acadêmico de Ciências Sociais e Jurídicas, no curso de Direito Romano, foi que eu estudei que em latim, ‘res’ quer dizer coisa. Ou seja, república significa coisa pública. Descortinou-se um novo mundo para mim, afinal aquilo que é público pertence a todos, sem contudo ter dono exclusivo.

Mas a grande diferença entre o regime democrático e o Império, que predominou no país até a proclamação da República, foi a alternância no Poder. Esse é um conceito fundamental, pois impede que alguém se sinta insubstituível e busque perpetuar-se no poder. Portanto, essa conduta não é republicana.

“Todo o poder emana do povo, e em seu nome será exercido” é uma das máximas constitucionais, e que aponta de forma inequívoca quem é que decide o futuro da Nação: ‘NÓS’. Chefes de governo de países vizinhos têm caído na tentação totalitarista de alterar a Constituição a fim de manter-se apegado ao cargo. Bolívia, Venezuela, Equador são bons exemplos do que não deve ser feito quando o assunto é democracia.

Nós já vivenciamos tempos muito difíceis aqui no Brasil, nos quais dizer o que se pensa era ‘impensável’. Foram os anos de chumbo; neles, muitos perderam a vida. Essa foi uma passagem tenebrosa de nossa história. Eu não quero ver isso de novo. Custa-me acreditar que alguém do povo trabalhador assim o queira.

A nossa linda bandeira traz a rara e nobre inscrição “Ordem e Progresso”, uma inspiração do Positivismo de Augusto Comte. Essa corrente filosófica surgiu na França no século XIX. O Positivismo defende que o conhecimento científico é a única forma verdadeira. Somente é possível afirmar que uma teoria está correta se for comprovada por métodos científicos válidos.

Honremos a mensagem contida em nossa bandeira, bem como os princípios democráticos em nome dos quais tantas gerações empenharam seus melhores esforços. Os filhos desta Pátria Amada nunca fugiram do bom combate. Fiquemos atentos, porém, pois “o preço da liberdade é a eterna vigilância”.

 

Foto ilustrativa: jornallivre.com.br

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3

Deixe seu comentário:

WhatsApp