O que Ecologia e Espiritismo têm em comum?

André TrigueiroEntre os dias 7 a 9 de outubro de 2016 ocorreu o 8º Congresso Espírita Mundial, realizado na cidade de Lisboa – Portugal, com a presença de diversos palestrantes e estudiosos da Doutrina Espírita. Destacamos no presente texto a palestra de André Trigueiro, intitulada “Ecologia e Espiritismo”.

André Trigueiro é Jornalista, Professor da PUC/RJ, escritor, repórter do Jornal Nacional, colunista do Jornal da Globo onde apresenta o quadro “Sustentável”, editor-chefe do programa Cidades e Soluções, da Globo News e comentarista da Rádio CBN.

A palestra que André proferiu no 8º Congresso continha temas assuntados em seu livro intitulado “Espiritismo e Ecologia” que disserta sobre o que Ecologia e Espiritismo têm em comum. De fato são tantas afinidades que certas obras espíritas poderiam perfeitamente embasar alguns postulados ecológicos. Em um dos trechos de sua palestra, André Trigueiro compara Espiritismo e Ecologia:

Se eu tivesse que comparar espiritismo com ecologia, é que em ambas as correntes de pensamentos, ambas as correntes cientificas, lançam-se sobre a vida e o universo um olhar que explica tudo isso a nossa volta como um conjunto de fenômenos interligados, interdependentes que interagem o tempo todo.

De fato ecologia e espiritismo andam de mãos dadas, pois como é possível praticar boas ações e prol de um Planeta de Regeneração sem se preocupar com o meio ambiente?

Em uma de suas falas Trigueiro revela a atual crise que o Planeta Terra vivência:

Um dos poucos consensos da comunidade cientifica atual, um dos raríssimos pontos de absoluta concordância e de sinergia de diferentes correntes científicas é que nós experimentados uma crise ambiental sem precedentes na história da humanidade.

Discorre ainda sobre os maiores causadores da crise:

Essa crise é causada pela espécie líder, topo da cadeia evolutiva. Essa crise é causada por nossos hábitos, comportamentos, estilos de vida e padrões de consumo. Essa crise tem a nossa digital, o nosso DNA. Portanto resolve-la significa ou implica numa mudança profunda de cultura.

Segundo André, somos responsáveis pelo ecocídio, extermínio deliberado de um ecossistema regional ou comunidade, e toda essa crise gera impactos sobre a nossa qualidade de vida e saúde. Muitos relatórios científicos reportam a nossa responsabilidade nessa crise:

Hoje se verifica a sexta grande onda de extinção em massa que não é causada por um cataclismo natural, é causada pelo Homo Sapiens, nós estamos causando. Essa crise gera impactos sobre nossa qualidade de vida, nossa saúde, nossa longevidade, nosso bem estar.

Trigueiro cita Joanna de Ângelis, na obra “Após a Tempestade”, o livro mais ecológico de Joanna, segundo André. O mais interessante é que essa obra foi publicada dois anos após a primeira conferência internacional da ONU em Estocolmo – Suécia. A primeira atitude mundial a tentar preservar o meio ambiente.

Confira na integra a palestra de André Trigueiro:

leave a reply

WhatsApp chat