O que o espiritismo diz sobre a terceira idade?

Jornal Nova Era

Como ter uma qualidade de vida melhor nesta fase? A casa espírita está preparada para receber o público de mais idade? Os cursos espíritas tem que se adequar a esta faixa etária? Com comentários de Odair Zanella e Roberto Marchiori. Apresentação de Cláudio Palermo.

Melhor idade: perca o medo de envelhecer

André Luiz, através da psicografia de Chico Xavier, explica que em alguns casos nós nascemos com uma estimativa de vida e, com os abusos, desencarnamos antes do previsto. Desta forma, não completamos o tempo estimado. É assim que acontece o suicídio indireto.

Se viemos acertar as pendências biológicas por mau uso do corpo, como o suicídio direto ou indireto, nós vamos ficar aqui pouco tempo. Por exemplo: se nossa estimativa de vida é 60 anos e nós, por abusos, desencarnamos aos 40 anos, ficamos devendo 20 anos.

Então, na próxima encarnação viveremos somente os 20 anos. Alguns idosos que ficam “presos” na encarnação daqueles que vivem até os 100 anos de idade, geralmente. Assim, vivem felizes consigo mesmos. A razão disto é que eles já fizeram tudo tiveram condições.

Assim, chega na fase em que deve apenas se divertir, fecham os olhos e voltam para a casa com a missão cumprida. Aguardam tranquilos o momento de desencarnar.

Com isso, precisamos conversar com os jovens. Dizer a eles que é na juventude que estabelecemos o que queremos na velhice, se chegarmos lá.

Vamos colher na velhice o corpo o que tivermos plantado na juventude. Se tiver que voltar ao plano espiritual nesse momento, o que desejaria realizar antes de desencarnar?

Pense e faça! Realize algo que irá acarretar evolução mural, para que venha na próxima encarnação com menos débitos.

Seja feliz, cuide-se, ame todos, e não tenha medo de envelhecer, seja grato por ter dito a oportunidade de chegar tão longe em apenas uma encarnação.

Texto publicado em 7 de dezembro de 2016.

 

leave a reply

WhatsApp chat