Ódio nas redes sociais

 

 

ódio nas redes sociaisVocê já se imaginou sem internet?

Hoje em dia, é quase impossível imaginar a população sem a internet. Entretanto, este meio de comunicação que conquistou bilhões de pessoas pela facilidade de uso, promove também o ódio, a solidão, o estresse.

As redes sociais deram voz ao cidadão comum, permitindo assim, um acesso fácil e imediato a exposição de suas ideias.

E por conta disso, muitas pessoas passam mais tempo com os celulares nas mãos do que conversando. Elas se preocupam muito mais em atualizar o seu status do que com o próximo. Isso acaba gerando uma solidão, inveja.  Por exemplo, muitas pessoas olham uma foto e sentem inveja porque o outro está em determinado lugar, está em alguma festa, etc.

No programa Boletim, da TV Mundo Maior, André Marouço disse que as pessoas abdicam deste trato social.

“É como se nós nos fechássemos em um casulo, não tendo condições de visitar o nosso interior”.

Ódio nas redes sociais

Além de promover a inveja, a solidão. As redes sociais promovem o ódio, já que as pessoas postam o que pensam, sem precisarem passar por uma avaliação.

Por conta disso, o discurso de ódio está ganhando cada vez mais espaço. Por exemplo, devido a este momento em que estamos vivendo (eleições), muitas pessoas estão desfazendo amizades, terminando casamento | namoro e até mesmo matando, por não concordaram com a opinião do outro.

Leia mais: Como sobreviver às eleições sem perder amigos?

Ou seja, as pessoas estão cada vez mais agressivas com aquele que não pensam do mesmo modo, por exemplo, ofendem o outro porque este não quer votar em candidato “x” ou “y”.

Ódio nas redes sociais e a doutrina espírita

Porém, ao realizarem todos essas ofensas, tomarem certas atitudes, essas pessoas não percebem que entram em contato com vibrações de baixo padrão, facilitam  contato espíritos inferiores. O ódio é um sentimento de raiva mais intensa, em que a pessoa começa a perder o controle, não conseguindo transformá-lo passando assim a praticar atos negativos.

Leia também:  Ódio: Como podemos eliminá-lo?

Em O Evangelho Segundo o Espiritismo, André Kardec fala:

“Se vós os odiásseis como eles vos odeiam, não valereis mais do que eles. É essa a hóstia imaculada que ofereceis a Deus, no altar de vossos corações, hóstia de agradável fragrância, cujos perfumes sobem até Ele”.

E ainda na mesma obra o codificador da doutrina espírita fala sobre isso, e diz que a cólera não exclui as qualidades do coração. Porém, impede que as pessoas façam o bem.

Kardec, faz uma alerta a respeito da manifestação da cólera:

“Se ponderasse que a cólera nada soluciona, que lhe altera a saúde e compromete a sua própria vida, reconheceria ser ele próprio a sua primeira vítima. Mas, outra consideração, sobretudo, deveria contê-lo, a de que torna infelizes todos os que o cercam. Se tem coração, não sentirá remorsos por fazer sofrer as criaturas que mais ama? E que mágoa profunda não sentiria se, num acesso de arrebatamento, cometesse um ato de que teria de arrepender-se por toda a vida”.

Espíritas

Nós, como espíritas, temos um importante papel: propagar sempre o amor e caridade, além de sermos, exemplos de conduta, independentemente de qual meios formos passar a mensagem.

E devemos lembrar também que ninguém é dono da verdade, estamos tendo mundo para aprendermos e evoluirmos. Respeite a opinião do outro!!

Saiba mais sobre o ódio nas redes sociais e como promover a paz nessas redes:

 

 

 

Por Juliana Chagas 

Jornalista e produtora da Rádio Boa Nova

leave a reply

WhatsApp chat