Pandemia e as reuniões espíritas virtuais 

Desde o começo do ano estamos enfrentando a pandemia do COVID-19, mais conhecida como coronavírus. Pandemia esta que mudou a sociedade, pessoas começaram a trabalhar de casa, escolas, empresas, comércios tiveram que se adaptar a esta nova realidade. 

Por conta disso, os centros espíritas tiveram que fechar suas portas. Em um primeiro momento, surgiu o receio de que, afastados de suas atividades, principalmente, a mediunidade, surgissem influências espirituais com as quais não iriam conseguir lidar sozinhos. 

Além disso, também teve a tristeza por não estarmos com nossos companheiros e amigos de ideal. E os atendimentos aos espíritos encarnados e desencarnados?

Antes de mais nada, vala lembrar que o espiritismo nos ensina que toda crise é uma oportunidade de renovação, e com ela, vem a esperança. 

Pandemia e o mundo virtual

Diante deste cenário, muitos centros espíritas tiveram que se adaptar a esta nova realidade chamada: mundo virtual. 

Para muitas instituições espíritas, a entrada neste novo mundo serviu para quebrar um paradigma. E ainda, embora este ambiente estivesse ganhando corpo, o centro espírita sempre representou um papel fundamental para os grupos de estudo, trabalhadores mediúnicos, e frequentadores de palestras.

Perante esta situação, muitas pessoas se questionaram como realizar sem médium?

Antes de abordarmos a questão da pandemia e as reuniões espíritas virtuais, vamos relembrar, que as reuniões sem atividade mediúnicas não acontecem somente neste momento. 

No século XIX, elas ocorriam com frequência e era de conhecimento de Allan Kardec. Logo após o lançamento de O Livro dos Médiuns, muitas pessoas escreveram a Kardec falando que não conseguiram ir em frente por conta da falta de médiuns. 

A partir disso, Allan Kardec, publicou na Revista Espírita de 1881, alguns conselhos de como suprir a falta de médiuns. No início do texto, ele publicou a seguinte colocação: 

Um médium, sobretudo um bom médium, é incontestavelmente um dos elementos essenciais em toda reunião que se ocupa do Espiritismo; mas seria erro que, em sua falta, nada mais resta que cruzar os braços ou suspender a sessão. (…) Vamos a uma reunião espírita, ou  pelo menos devíamos ir, para nos instruirmos. A questão agora é de saber se o poderemos ou não sem o médium. Para os que vão a essas reuniões com o único objetivo de ver efeitos, o médium será tão indispensável quanto o músico no concerto; mas, para os que buscam instruir-se, em falta de um instrumento de experimentação, terão mais de um meio de obter.

A seguir, Kardec apresentou algumas atividades que podem ser realizadas sem a presença de um médium. Confira:
  1. Reler  e comentar as antigas comunicações, cujo estudo aprofundado fará com que seu valor seja mais bem apreciado.

  2. Contar fatos de que se tem conhecimento, discuti-los, comentá-los, explicá-los pelas leis da ciência espírita, examinando sua possibilidade ou não; ver o que encerram de provável ou de exagero; examinar a parte da imaginação, da sua superstição, etc.

  3. Ler, comentar e desenvolver cada artigo de O Livro dos Espíritos e de O Livro dos Médiuns, bem como de outras obras sobre o Espiritismo.

  4. Discutir os vários sistemas sobre interpretação dos fenômenos espíritas. 

 Allan Kardec nos ensina que o principal objetivo das reuniões espíritas é o conhecimento e não a comunicação com os espíritos. 

Pandemia e reuniões espíritas virtuais

Devido ao avanço tecnológico, e atualmente, a questão do coronavírus, surgiram grupos de estudos online, transmissões ao vivo a distância, palestras, conferências.  Dessa forma, aqueles que não estão frequentando o centro espírita podem acompanhar os esclarecimentos necessários, além de ter uma compreensão da doutrina espírita.

Podemos citar como exemplo a Fundação Espírita André Luiz – FEAL, que é o maior centro espírita online do mundo. Tenha um centro online 24 horas por dia acompanhe a Rádio Boa Nova e a TV Mundo Maior. 

Quer saber mais sobre a pandemia e as reuniões espíritas virtuais? Ouça o programa Pronto Atendimento:

 

Fonte: Revista Internacional de Espiritismo

 

Faça uma doação pelo site: feal.colabore.org

leave a reply

WhatsApp chat