Para o Espiritismo a Esmola é uma Caridade ?

Para o Espiritismo a Esmola é uma Caridade ?Para o Espiritismo existem duas formas de caridade, a moral e a espiritual. A esmola, portanto, se enquadra na caridade material. Mas, seria ela errada à luz da Doutrina Espírita?

Na questão de número 888 do Livro dos Espíritos, o Espírito São Vicente de Paulo nos esclarece o seguinte quando perguntado sobre a reprovação da esmola:

“O que merece reprovação não é a esmola, mas a maneira por que habitualmente é dada”

Para o Espiritismo a caridade material deve ser praticada como fazia Jesus. O Mestre nos ensinou a irmos de encontro aos necessitados. Esse ato, entretanto, deve ser praticado com beneficência, com pureza de coração.

Alguns tendem a dar esmolas de forma a ostentar suas riquezas ou sua pseudo caridade na ânsia de alimentar o orgulho e a soberba, marcas de imperfeições do Espírito.

Há também aqueles irmãos que utilizam a caridade material como instrumento de humilhação e superioridade, e com isso, segundo São Vicente de Paulo, “o seu coração pouco se comoverá”. Neste caso, a esmola é apenas uma atitude literalmente material, sem nenhum acréscimo espiritual.

Quando há, na caridade material, bondade e benevolência aquele verdadeiramente humano vai a procura, sem qualquer ostentação, àquele irmão que nada pede.

O Espiritismo nos esclarece que a desigualdade social é obra do ser humano e não de Deus (Questão 806 do Livro dos Espíritos). Ainda na comunicação de São Vicente, a questão ressalta o seguinte:

“Uma sociedade que se baseie na Lei de Deus e na Justiça deve prover à vida do fraco, sem que haja para ele humilhação. Deve assegurar a existência dos que não podem trabalhar, sem lhes deixar a vida à mercê do acaso e da boa vontade de alguns.”

É importante também lembrar da caridade material, que deve estar atrelada à moral. Deve-se doar não somente alimentos ou roupas, por exemplo, mas também o seu tempo. A sua paciência, o seu perdão e os seus ensinamentos são também uma forma de praticar a caridade. 

Estamos no planeta Terra para aprender, porém a partir de nossas faculdades já desenvolvidas devemos ensinar nossos outros irmãos de jornada. São Vicente encerra a comunicação nos deixando esta mensagem esclarecedora e inspiradora:

“Sede, pois, caridosos, praticando, não só a caridade que vos faz dar friamente o óbolo que tirais do bolso ao que vo-lo ousa pedir, mas a que vos leve ao encontro das misérias ocultas. Sede indulgentes com os defeitos dos vossos semelhantes.

Em vez de votarmos desprezo à ignorância e ao vício, instruí os ignorantes e moralizai os viciados. Sede brandos e benevolentes para com tudo o que vos seja inferior. Sede-o para com os seres mais ínfimos da criação e tereis obedecido à Lei de Deus.”

 

Para estudar mais o Espiritismo, assista:

O que é caridade pra você? – A Caminho da Luz

Leia mais:

Caridade Moral e Caridade Material. 

Verdadeira Caridade 

Fontes: O Livro dos Espíritos, questões 806 e 888. O Evangelho Segundo o Espiritismo, cap XIII. Imagem ilustrativa retirada de dorasrodrigues.

Escrito por: Ricardo Guelfi de Souza

Estudante de Jornalismo na Universidade Anhembi Morumbi. Estagiário de Marketing na TV Mundo Maior.

leave a reply

WhatsApp chat