Prece – Oração da Filha de Deus

Se você deseja melhorar o mundo, melhor lugar não encontrará para participar do que seu próprio lar.

Meu amigo, se a dor lhe bate à porta, lembre-se dos benefícios de que é portador e não desfaleça.

A Bondade Divina não articula acontecimentos para o mal.

A ferida que dilacera ou o desgosto que perturba, temporariamente, costuma encerrar incalculáveis recursos de elevação.

Tenha paciência e não esmoreça no bem.

Se a desorientação lhe entrava os passos, use a prece. A oração realiza milagres.

Se possível, reúna aqueles que você ama, dentro da mesma vibração de confiança no culto ao Pai Celestial.

Se está doente e desalentado, peça a bênção do Senhor para o copo de água fria que lhe atende à sede, porque da Fonte Divina fluem substâncias de paz e restauração para quantos lhe pedem socorro ao sublime poder.

Se você permanece em desespero, não permita que a sua desventura culmine em gestos de suprema revolta.

Espere mais tempo, antes de qualquer resolução inapelável e injusta. Amanhã, o dia renascerá transformado. As circunstâncias se modificam, de minuto a minuto, e os reveses de agora serão alegrias no porvir.

Teça, com serenidade, a sua auréola de ventura porvindoura, aproveitando os ensinamentos que a dor lhe trouxe ao coração.

Não tema as dificuldades e prossiga com Jesus para a frente. Busque a presença do Divino Amigo, em seus pensamentos e, na própria luta, encontrará infinitos motivos de reconforto e beleza, bom ânimo e paz.

Prece – Oração da Filha de Deus

Meu Deus, deponho aos teus pés

Meu vestido de noivado.

Meus pesares do passado

E as rosas do meu jardim…

Pois, agora, Pai Querido,

Somente vibra, em meu peito,

Teu Amor Santo e Perfeito,

Teu Amor puro e sem fim.

Ah! Meu Pai, guarda contigo

Meu cofre de arminho e ouro,

Onde eu guardava o tesouro

Que me deste ao coração.

Entrego-te as minhas horas

Meus sonhos e meus castelos;

Meus anseios mais singelos,

Minhas capas de ilusão!…

Pai dos Céus, guarda a coroa

Das flores de laranjeira

Que eu teci a vida inteira

Como pássaro a cantar!

Oh! Meu Senhor, como é doce

Partir os grilhões do mundo

E esperar-te o amor profundo

Nas bênçãos do Eterno Lar.

Em troca, Meu Pai, concede,

Agora que me levanto,

Que a Lã do Cordeiro Santo

Me agasalhe o coração!

Que eu calce a sandália pobre

Para a grande caminhada,

Que me conduzirá à Morada

Da Paz e da Redenção.

 

Unidades Feal

FUNDAÇÃO ESPÍRITA ANDRÉ LUIZ |||

Feal

Você gostou deste conteúdo?

Há décadas a FEAL - Fundação Espírita André Luiz assumiu o compromisso de divulgar conteúdos edificantes voltados ao bem estar dos seres humanos gratuitamente e, com a sua ajuda, sempre será.

Podemos contar com você?

leave a reply

WhatsApp chat
EBOOK

As nuances espirituais da
infância

As nuances espirituais da infância

Acesse de maneira totalmente gratuita o e-book As Nuances Espirituais da Infância, com matérias, entrevistas e videos exclusivos tratando o tema crianças e espiritismo.