Qual a visão espírita da adoção?

Qual a visão espírita da adoçãoDados do Sistema Nacional de Acolhimentos (SNA), divulgados em outubro de 2020, indicaram que mais de 30 mil crianças e adolescentes estão em situação de acolhimento. Deste total, mais de 5.000 mil estão aptas a serem adotadas. 

Qual a visão espírita da adoção? Existem diferenças entre um filho adotivo e um consanguíneo?

A adoção é um ato de amor, é uma oportunidade que temos de ajudar os mais necessitados. De acordo com André Marouço, no programa Boletim,

Quando nós estamos na espiritualidade antes de retornarmos para o palco terreno nós já nos alicerçamos com aqueles que receberemos como filhos. Às vezes, já se compreende que a paternidade biológica não será possível por uma série de fatores. Então, existe a parte da adoção!

Já em relação à pergunta se existem diferenças entre um filho adotivo e um consanguíneo, André nos ensina que há o corpo material e o espiritual. 

O corpo material é formado dos elementos químicos que pertencem ao Planeta Terra, o espírito procede do mundo espiritual. Então, a consanguinidade tem a sua importância, porém, o que vale mesmo é o parentesco espiritual

O comunicador completou,

Se nós já tínhamos feito esse acordo na espiritualidade, para recebermos esse espírito como filho, pouco importa se ele virá de forma biológica ou pela adoção. Há muitos casais que têm filhos biológicos e adotivos e há uma maior empatia, afinidade entre os adotados. A família espiritual não necessariamente depende dos laços consanguíneos

Amar alguém que ainda não conhecemos nesta vida pode ser uma tarefa difícil, porém, a pureza dos sentimentos se torna um ato verdadeiro, provando assim, as ligações espirituais,

Ato de amor e aprendizado

Além de ser um ato de amor, a adoção pode trazer ligações de vidas passadas, e ainda, adquirir aprendizado na atual encarnação.  

Doar o seu amor a alguém que está carente é praticar o mais profundo do amor ao próximo. E ainda, a partir do momento em que você cria um vínculo de família espiritual pode se vivenciar momentos de aprendizado sejam eles espíritos adotados, afins ou  não. 

Abandono e violência

Há muitas crianças que são abandonadas ou que sofreram algum tipo de violência que estão na fila de adoção. Por isso, quando uma criança passou por alguma situação do tipo é necessário compreensão e paciência, já que o abandono ou a violência podem ter gerado dúvida sobre o que é o amor. Com isso, cabe  aos pais adotivos acolher da melhor forma possível e explicar o que é o amor. 

Para finalizar, a lista de crianças que esperam ser adotadas é grande. Muitas famílias têm preferência de cor, idade e gênero. Entretanto, o amor que o ato de adotar traz deve ser puro e livre de quaisquer preconceitos e exigências.

É preciso estar com o coração aberto para receber esses espíritos. Afinal, pode ser uma missão que você tenha que passar para o seu aprendizado nesta encarnação. Os ensinamentos serão mútuos entre os pais adotivos e os filhos.

Saiba mais em:

leave a reply

WhatsApp chat