Qual a visão espírita do machismo?

Corpo de homens com calças levantadas mostrando suas meias coloridasAs mulheres estão cada vez mais ganhando espaço em áreas que eram predominadas por homens, e por isso, em pleno século XXI nos deparamos com comportamentos machistas que são herdados de outras gerações, por exemplo, em um jogo de futebol na França, torcedores do Olympique de Lyon levaram uma bandeira com um desenho que trazia a figura de uma mulher com a palavra “cozinha”, ou seja, eles estavam indicando qual era o lugar delas.   

A ideia de que mulher não entende de futebol vem de outras gerações, para muitos homens o lugar delas é na cozinha, lavando, passando e não em estádios. Porém, hoje em dia, as mulheres estão se destacando cada vez mais seja jogando ou trabalhando em programas de rádio e TV como apresentadoras ou comentaristas.

Outro exemplo de atitudes machistas em pleno século XXI, são as atitudes de Marcos no reality show – Big Brother Brasil, da TV Globo. Durante uma festa, o médico criticou a sua “ficante” Emilly, após ela passar mal por beber demais.

De acordo com Marcos, a menina não poderia beber mais e deveria trocar as palavras: “ice”, “vodca” e “champanhe” por palavras como: profissão, carreira, faculdade. O médico disse ainda que mulher não tem que beber, que é feio.

E ainda, em uma briga na última semana o participante apontou o dedo e enfrentou cara a cara todas as mulheres da casa. E quando se tratou de Ilmar, Marcos somente gritou e não ficou cara a cara com o participante.

O espiritismo ensina que as condições de homem e mulher é somente um modo de experiência a existência humana na evolução. Que reencarnamos nos dois polos, e que em ambos os lados temos importantes características que precisam ser desenvolvidas.

Na questão 201 de O Livro dos Espíritos , Allan Kardec, pergunta aos espíritos:

“O espírito que animou um corpo de um homem, em uma nova existência, pode animar o de uma mulher, e vice-versa?”

Resposta: “Sim, são os mesmos Espíritos que animam os homens e as mulheres”.

E em relação as escolhas? Pode- se escolher reencarnar homem ou mulher?

“Isso pouco importa ao Espírito; ele escolhe segundo as provas que deve suportar. Os Espíritos se encarnam homens ou mulheres porque eles não têm sexos. Como devem progredir em tudo, cada sexo, como cada posição social, lhe oferece provas e deveres especiais, além da oportunidade de adquirir experiência. Aquele que fosse sempre homem não saberia senão o que sabem os homens”. (Pergunta 202, O Livro dos Espíritos)

 

O espiritismo revela que esta condição de homem não proporciona nenhuma autoridade sobre a mulher, que todos nós somos espíritos encarnados em corpos femininos e masculinos, de acordo com nossas necessidades para evolução, por essa e outras razões não deve haver diferenças por conta do gênero. O que deve ser analisado é o talento e esforço de cada um.

Fontes: UOL | Casa do Caminho | Correio Espírita | Portal do Holanda

 

Por Juliana Chagas

Jornalista e Produtora da Rádio Boa Nova

deixe um comentário

WhatsApp chat