QUER RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS EXCLUSIVAS?

-->

“Estude a si mesmo, observando que o autoconhecimento traz humildade e sem humildade é impossível ser feliz.” André Luiz

Artigos

Tolerância

Enviado em 8 de novembro de 2016 | No programa: Momento Espírita | Escrito por Suzete Andreotti Amorim | Publicado por Juliana Chagas

Rostos de casal em meio aos livros

A palavra tolerância vem do latim tolerantia, do verbo tolerare que significa suportar. É uma atitude de respeito aos pontos de vista dos outros e de compreensão para com suas eventuais fraquezas. Somos Espíritos criados para evoluir e, nesse processo de aprendizado, precisamos viver em sociedade, convivendo com pessoas que pensam de formas diversas, muitas vezes contrária a nós mesmos. Nesse contexto, a prática da tolerância é essencial, pois ela nos leva a respeitar o próximo – do jeito que ele é.

É natural que existam diferenças de opiniões entre as pessoas, afinal, cada um de nós é um universo formado a partir de múltiplas experiências que moldaram nossa essência. Respeitar as diferentes formas de pensar e viver a vida, portanto, não significa concordar com o pensamento do outro e/ou adaptar nossa maneira de ver o mundo apenas para satisfazer alguém, mas dar-lhe a liberdade e o direito de professá-lo.

Isso vale para todos os temas. Religião, política, sexualidade são alguns deles e merecem nossa atenção em uma época onde as pessoas estão dispostas a brigas homéricas para fazer prevalecer seu ponto de vista – ao invés de um debate saudável onde cada um expõe sua opinião e todos aprendem, o que vemos é uma violência verbal e até física cujo objetivo é a imposição de ideias, como se fosse possível haver um só caminho a seguir: o nosso, preferencialmente.

O fato é que a tolerância precisa fazer parte de nosso dia a dia em todos os setores. Quando ela for praticada todos serão plenamente respeitados e respeitadores das diferenças humanas, transformando o mundo em um local melhor de se viver. Para isso podemos nos inspirar na orientação de Voltaire, filósofo francês, que afirmou: “Não concordo com nada do que você diz, mas defenderei o seu direito de dizê-lo até o fim”.

A contribuição do Espiritismo nesse aprendizado difícil é muito importante, haja vista que nos oferece informações que permitem compreender melhor o comportamento dos indivíduos, eliminando em nós preconceitos de todos os tipos e levando ao respeito que devemos ter por todos os nossos semelhantes.

 

Martha Rios Guimarães é jornalista, integrante da equipe do Programa Momento Espírita.

 

Foto ilustrativa: pexels.com

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3

Deixe seu comentário:

WhatsApp