Votar: Ação Sagrada do Livre Arbítrio

Sim, eu sei, você já se cansou de observar a classe política se movimentando em busca do seu voto. Você que trabalha tanto, Mãos segurando urna eletrônica com bandeira do Brasil ao fundopaga seus impostos e deseja um país melhor para o futuro de sua família sente, muitas vezes, que não adianta coisa alguma ir às urnas eletrônicas para digitar alguns números e manifestar a sua vontade democrática.

Eu entendo você, e por vezes sinto-me na mesma condição de que não é possível confiar no trabalho de quem faz a política no Brasil, qualquer que seja o nível de governo ou o Poder Constitucional.

O que eu desejo transmitir hoje, neste primeiro contato com você, é que o seu voto é muito importante. E ponto. Por quê?

Primeiro, porque houve muita luta em torno desse direito que nós temos hoje. Nem sempre foi assim. Houve um período de nossa história republicana em que pessoas fechadas em gabinetes obscuros escolhiam os nossos representantes. Não queremos isso de volta;

Segundo, porque a democracia pressupõe que a maioria prevalece; e quem não acredita que o seu voto tenha valor acaba entregando algo sagrado para o mais votado – ainda que você não tenha essa intenção;

Terceiro, porque existem pessoas de bem que merecem ao menos uma oportunidade para mostrar o seu trabalho.

Assim, eu sugiro que você…

  • Reflita sobre o valor de seu voto e de sua vontade;
  • Conscientize-se de que não irá jogar seu voto pela janela;
  • Estude os partidos políticos, os (as) candidatos (as) e sua vida pública, e opte por aqueles que você julgue confiáveis.

Eu confio na Luz Divina que habita o íntimo de cada um de nós. Unidos pela democracia, nós construiremos o Brasil dos nossos sonhos mais caros.

As novas gerações contam com o nosso discernimento; os nossos antepassados estão ao nosso lado a fim de orientar-nos quanto ao melhor caminho a ser trilhado.

Até a próxima!

 

Foto ilustrativa: apps2.tre-mt.jus.br

deixe um comentário

WhatsApp chat